içerenköy evden eve nakliyat Checar a regulagem do farol - Nino Farois
Escolha uma Página

Nino Faróis dá dicas para validação da qualidade da iluminação do farol

Checar a regulagem do farol

A Nino Faróis orienta que os motoristas devem ficar atentos à manutenção dos faróis. A regulagem de farol é um item relevante na revisão do carro. Os faróis desalinhados diminuem a visibilidade, contribuem para os acidentes de trânsito e colocam em risco a vida dos ocupantes dos carros e terceiros.

O desplacamento ou fosqueamento da parte espelhada do refletor são ocasionadas quando há infiltração de água, porém, se a água acumulada ou vapor sumirem, não há necessidade de troca do farol. Em caso de pequenas colisões, mesmo se o farol não estiver visivelmente afetado, é recomendada atenção ao facho de luz. Se o facho trepidar é porque algo se soltou ou quebrou e, portanto, há necessidade de substituição dos faróis.

Muitos não se atentam a esse detalhe, mas dirigir à noite com facho de farol desregulado é uma infração grave de trânsito. O condutor, além de pagar uma multa, ainda pode ter o veículo retido para regularização. Além do problema com a projeção da luz, a cor dos faróis e a intensidade também demandam atenção.

Lázaro Moraes, desenhista industrial e gerente de desenvolvimento de produtos da Nino Faróis, dá dicas de como verificar se o farol está em boas condições de uso noturno. “O farol danificado é fácil de ser detectado visualmente. Os defeitos mais comuns são lentes foscas devido à areia ou ao vento em veículos que trafegam principalmente em estradas, ou ainda por causa de produtos químicos que costumam danificar lentes de plástico e não são recomendados em lavagens”, explica o engenheiro.

O desplacamento ou fosqueamento da parte espelhada do refletor, também são ocasionadas quando há infiltração de água, porém, se a água acumulada ou vapor sumirem, não há necessidade de troca do farol. Em caso de pequenas colisões, mesmo se o farol não estiver visivelmente afetado, é recomendada atenção ao facho de luz. Se o facho trepidar é porque algo se soltou ou quebrou e, portanto, há necessidade de substituição dos faróis.

Para checar a regulagem

 O facho de referência para a regulagem do farol é sempre o facho baixo e, portanto, deve iluminar para baixo. Faróis pouco desregulados somente podem ser notados quando é iluminada uma parede ou algo à frente. Para uma rápida verificação, o motorista pode colocar em prática um pequeno truque:

  1. À noite, em uma pista plana, com o facho baixo aceso e não a lanterna (à noite, muitos acendem somente as luzes de posicionamento), repare no facho projetado em um veículo que está à frente.
  2. O facho baixo define claramente uma linha horizontal do lado esquerdo e uma linha inclinada para cima do lado direito. Esta iluminação é projetada na parte de baixo e sem iluminação na parte de cima.
  3. Tanto o farol do lado esquerdo como o farol do lado direito iluminam da mesma forma, ou seja, com inclinação para cima do lado direito da pista, onde ficam o acostamento e as placas.
  4. Observe primeiro as linhas horizontais, sendo que ambas devem estar alinhadas. Uma mais alta que a outra indica que o farol está desregulado. O correto é que as duas linhas estejam projetadas levemente para baixo.
  5. Quando o veículo da frente andar, note se a linha do facho se desloca para baixo. Se subir ou manter-se alinhado torna-se necessário regulá-lo. 

Aguarde as demais instruções no próximo vídeo, juntamente com o engenheiro Jaílson, onde serão demonstradas as técnicas realizadas de como realizar a regulagem do farol do seu veículo.

Clique aqui para ver o vídeo